segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Outdoor que simula beijo gay de Jesus é depredado em Conquista; Secult repudia ação

Um dos outdoors do projeto Obranuncio, selecionado em edital da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), foi depredado neste domingo (16), em Vitória da Conquista. A peça, assinada pelo performer Ricardo Alvarenga, mostra o artista de cabelos longos vestido com uma túnica – o que remete à imagem Jesus Cristo – e  beijando um homem. Antes mesmo de ser exposto, o outdoor já havia sido alvo de censura por uma das empresas de mídia procurada pela proponete do projeto, Núbia Neves, que é estudante de Cinema e Audiovisual, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Segundo Ricardo Alvarenga, a motivação do ato de vandalismo foi a homofobia, afinal esta foi a única peça degradada de toda a exposição, que conta com trabalhos fotográficos de outros cinco artistas (Alex Oliveira, George Neri, Rayza Lelis e Vinicius Gil). Em nota, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia repudiou o acontecimento. "Questionamentos sobre uma obra de arte podem ser saudáveis, legítimos e trazer debates importantes à sociedade, mas os atos que expressam violência motivada pela homofobia são injustificáveis", afimou. O órgão disse ainda que está comprometido com a "construção de uma cultura cidadã, que possibilite a predominância de novos valores democráticos, republicanos, solidários, fraternos e de respeito à diversidade". (BN)

3 comentários:

  1. Que Pai's e' esse? A grande vergonha mundial.

    GUEU-20

    ResponderExcluir
  2. Respeito é conquistado respeitando...

    ResponderExcluir
  3. O caso aqui nao é homofobia e sim a heresia.

    ResponderExcluir

MAIS VISTAS DA SEMANA

Postagens populares